ESPORTES

Athletico-PR vence Atlético Mineiro e engata três vitórias seguidas no Brasileiro

Publicados

em

O Athletico-PR venceu o Atlético Mineiro por 2 a 0 na noite desta quarta-feira (18) e registrou pela primeira vez no Campeonato Brasileiro três vitórias seguidas.

Christian e Nikão marcaram os gols da vitória do Athletico-PR.

O duelo foi realizado sob forte chuva no Mineirão, em Belo Horizonte, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19. O coronavírus também teve impacto dentro de campo, com o Atlético Mineiro indo para o confronto com seis desfalques pela doença.

O Athletico soma 25 pontos em 21 pontos e chegou a décima posição com a vitória, três pontos acima do Vasco – primeira equipe dentro da zona de rebaixamento.

Já o Atlético Mineiro perdeu a oportunidade de abrir vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro, mantendo dois pontos acima do Internacional, São Paulo (que tem três jogos a menos) e Flamengo.

As duas equipes voltam a campo neste fim de semana, em jogos válidos pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro.

No sábado (21), o Athletico-PR recebe o Santos na Vila Belmiro, às 19h, enquanto no domingo (22), o Atlético Mineiro visita o Ceará em Fortaleza, às 16h.

Leia Também:  Flamengo vence Sport e volta para a vice-liderança do Campeonato Brasileiro

 

ATHLETICO-PR FEZ UM DOS MELHORES JOGOS DA TEMPORADA EM BH

A primeira chance da partida foi do Athletico-PR. Logo aos três minutos, Reinaldo recebeu na área, limpou a marcação e bateu firme para Everson defender.

O Atlético Mineiro respondeu aos 19 minutos. Marrony arriscou da entrada da área, mas a bola subiu demais e passou por cima da meta.

Renato Kayzer ficou perto de abrir o placar aos 24 minutos. O centroavante recebeu na área e arriscou o chute cruzado perto do poste direito.

O Athletico-PR conseguiu balançar as redes aos 34 minutos. Fernando CanesIn recebeu na direita e cruzou para trás, encontrando Christian livre para bater firme e abrir o placar.

Santos apareceu pela primeira vez aos 35 minutos. Guilherme Arana arriscou de meia distância e o goleiro espalmou para a linha de fundo.

Mas o Athletico-PR ampliou ainda no primeiro tempo. Aos 46 minutos, Nikão avançou desde o grande círculo, invadiu a área e arriscou o chute, a bola desviou em Bueno e encobriu Everson.

Keno teve boa chance logo aos três minutos do segundo tempo. Nathan cruzou da direita e o atacante apareceu livre, mas cabeceou à esquerda da meta.

Leia Também:  Wilson marca gol e pega pênalti no empate entre Coritiba e Grêmio

A resposta do Athletico-PR veio no minuto seguinte. Nikão tentou o chute da intermediária e a bola passou perto do poste direito.

Nova chance do Athletico-PR aos sete minutos. Bueno errou passe na saída de bola, Richard recuperou a posse e arriscou da entrada da área por cima do gol.

Santos voltou a salvar o Athletico-PR aos 17 minutos. Eduardo Sasha recebeu na área e bateu firme para o goleiro espalmar.

Keno apareceu novamente aos 29 minutos. O atacante fez fila na defesa do Athletico-PR e arriscou da entrada da área, mas a bola passou raspando o travessão.

Everson evitou uma goleada do Athletico-PR aos 42 minutos. Bissoli recebeu na área, fez o giro e tentou a finalização cruzada para o goleiro espalmar.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Lewis Hamilton vence GP da Espanha e iguala recorde de Senna

Publicados

em

Por

Lewis Hamilton, 36, venceu neste domingo (9) o GP da Espanha, quarta etapa da temporada 2021 do Mundial de F1. Foi o quinto ano consecutivo de vitória na corrida da Catalunha, que faz com que o piloto inglês repita um feito do brasileiro Ayrton Senna, vencedor em Mônaco cinco vezes seguidas (de 1989 a 1993).

Hamilton também acumula seis poles na pista espanhola (2014, 2016, 2017, 2018, 2020 e 2021). Neste sábado (8), ele foi o mais rápido no circuito da Catalunha, onde registrou a centésima pole position de sua carreira.​

​O piloto da Mercedes é também o que mais vezes largou na principal fila do grid, que soma a primeira e a segunda posição. Foram 162 vezes entre os dois primeiros.

Como foi a vitória de Lewis Hamilton

Na Espanha, Hamilton largou em primeiro e logo perdeu a liderança para o jovem holandês Max Verstappen, que a manteve até a 25 volta, quando entrou nos boxes para manutenção do carro. A parada, de 4.2 segundos, colocou o holandês em desvantagem até a 29ª volta, quando retomou a liderança.

Verstappen fazia uma boa corrida, mas a estratégia de parada da Mercedes funcionou melhor do que a da Red Bull, e Hamilton conseguiu diminuir a vantagem do holandês até ultrapassá-lo na volta de número 60.

Leia Também:  Janela pós-pandemia já movimentou R$ 7,4 bi; veja os 10 reforços mais caros

O trajeto espanhol de 4.675 km e 66 voltas fica na cidade catalã de Montmeló, a 30 km de Barcelona e é considerado um bom termômetro de forças das equipes: conta com uma reta longa, curvas de diferentes velocidades e um trecho final tortuoso.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

QUARTO CENTENÁRIO

PARANÁ

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA