ESPORTES

Atlético-MG supera gol contra bizarro, vira e vence o Cuiabá no Campeonato Brasileiro

Publicados

em

Cada vez mais líder, o Atlético-MG venceu mais uma e aumenta a expectativa de seu torcedor no que diz respeito à quebra do jejum de 50 anos sem título do Campeonato Brasileiro. Na tarde deste domingo (24), o time mineiro venceu o Cuiabá de virada por 2 a 1 e chega aos 59 pontos, 11 de vantagem para o Fortaleza, segundo colocado, e 13 de distância do Flamengo, o terceiro na tabela (que tem três jogos a menos).

A partida começou com um lance estranho que gerou o gol do Cuiabá. O zagueiro atleticano Nathan Silva deu um passe ruim para Everson, que mesmo se esticando todo, não conseguiu impedir o gol contra. A sorte do defensor é que o ataque atleticano funcionou e o time fez o vira-vira.

A próxima partida do Atlético-MG será contra o Flamengo. O duelo é muito esperado e pode colocar o time atleticano ainda em melhores condições na classificação no caso de nova vitória. O jogo será no sábado (30), às 19h, no Maracanã.

Logo no primeiro minuto de jogo o zagueiro Nathan Silva tentou o recuo para Everson, mas o passe foi esticado demais. O goleiro atleticano se esforçou ao máximo para pegar a bola, mas não alcançou. Gol contra do Galo em lance bizarro.

Mesmo com o placar adverso o Atlético-MG partiu para cima do Cuiabá. Dois minutos após sofrer o gol, o time mineiro emplacou um ataque rápido e chegou ao empate com Hulk, artilheiro atleticano no ano com 25 gols. O lance teve uma tentativa de anulação por parte do auxiliar, que levantou a bandeira e acusou impedimento. Porém, a marcação do bandeirinha foi equivocada e o árbitro de vídeo validou o gol atleticano.

Leia Também:  Coritiba erra demais e cai diante do Santos na Vila Belmiro

A força do elenco alvinegro é tão grande que o time de Cuca buscou a virada ainda no primeiro tempo. No último lance, aos 47 minutos, Guilherme Arana encontrou um cruzamento na medida para Jair que, dentro da pequena área, cabeceou e fez o segundo gol atleticano. O Galo já estava em cima do Cuiabá, que tem por característica o sistema defensivo duro de ser quebrado.

Mesmo depois de o gol atleticano ter sido confirmado com a ajuda do árbitro de vídeo, o impedimento assinalado de forma errada pelo bandeirinha gerou muita reclamação do técnico Cuca e do atacante Diego Costa. A dupla não perdoou o assistente, que ouviu poucas e boas na beirada do campo.

O trabalho da arbitragem tem sido constantemente contestado pelo Atlético-MG nesta edição do Campeonato Brasileiro. Tanto que na semana passada o presidente alvinegro se reuniu com representantes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para tratar do assunto “apito”.

ATLÉTICO-MG 2X1 CUIABÁ

ATLÉTICO-MG: Everson; Guga, Junior Alonso, Nathan Silva e Guilherme Arana; Jair (Réver). Alan, Zaracho (Savarino); Nacho (Tchê Tchê), Keno (Vargas) e Hulk (Diego Costa). T.: Cuca

Leia Também:  Athletico poupa titulares, perde para o Cuiabá, mas segue no G6 do Brasileirão

CUIABÁ: Walter; João Lucas, Alan Empereur, Paulão e Uendel; Auremir (Uillian Correia), Rafael Gava (Yuri Lima), Max e Camilo (Jonathan Cafú); Clayson e Jenison (Elton). T.: Jorginho

Estádio: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 24 de outubro de 2021, às 16h (de Brasília)
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)
VAR: José Cláudio Rocha Filho (SP).
Gols: Nathan Silva (ATL), contra, ao 1º min do 1ºT; Hulk (ATL), aos 3 minutos do 1ºT, e Jair (ATL), aos 47min do 1ºT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Athletico: veja a matemática para avançar em primeiro na Libertadores

Publicados

em

Por

A vitória por 2 a 0 sobre o Libertad deixou o Athletico próximo da vaga nas oitavas de final da Libertadores. Com sete pontos, o Rubro-Negro saiu da lanterna para a vice-liderança do Grupo B e depende apenas do próprio resultado na última rodada contra o Caracas para garantir pelo menos a segunda vaga da chave.

Em caso de vitória, o Rubro-Negro pode terminar na liderança e ter vantagem no mata-mata. A primeira possibilidade é ganhar do Caracas e torcer por um tropeço do Libertad contra o The Strongest, em jogo que acontece no Paraguai. E outra é tirar a desvantagem no saldo de gols, em caso de vitória dos paraguaios. O time athleticano está com saldo de -3 contra -1 do atual líder da chave.

“Todos os grupos são difíceis. Pegamos um grupo onde tivemos viagens longas, altitude, rivais difíceis. Mas agora temos a oportunidade de jogar em casa e buscar a classificação, que é o principal objetivo do clube”, afirmou o atacante Tomás Cuello, autor do primeiro gol da vitória sobre o Libertad, em entrevista coletiva.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Flamengo empata com Red Bull Bragantino e perde chance de assumir a liderança
Continue lendo

QUARTO CENTENÁRIO

PARANÁ

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA