ESPORTES

São Paulo perde do Santos ‘reserva’ e embola luta pelo título do Campeonato Brasileiro

Publicados

em

O São Paulo perdeu do Santos por 1 a 0 na tarde deste domingo (10) e viu a luta pelo título do Campeonato Brasileiro ficar mais embolada.

Jóbson marcou o gol da vitória do Santos no primeiro minuto da segunda etapa. A equipe alvinegra jogou a partida sem diversos titulares, como Lucas Veríssimo, Pará, Marinho e Soteldo.

O duelo foi realizado no Morumbi, em São Paulo, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

A derrota manteve o São Paulo com 56 pontos ganhos, seis acima do líder Internacional e sete de vantagem para Atlético Mineiro e Flamengo. Todas essas equipes tem um jogo a menos que o Tricolor do Morumbi.

Já a vitória deixou o Santos com 42 pontos, ainda vivo na briga pela vaga para a Copa Libertadores via Campeonato Brasileiro. Atualmente a equipe está cinco pontos abaixo do Palmeiras – último classificado para o torneio continental.

As duas equipes voltam a campo no próximo domingo (17), às 16h. O Santos recebe o Botafogo na Vila Belmiro, enquanto o São Paulo visita o Athletico-PR na Arena da Baixada.

Leia Também:  Na história: Edina Alves é a primeira mulher a apitar um Derby

SANTOS SEGURA PRESSÃO E CASTIGA NO CONTRA-ATAQUE

Os primeiros 20 minutos do Sansão mostraram um jogo truncado no chuvoso Morumbi. A primeira oportunidade de perigo saiu apenas aos 23 minutos, quando Arthur Gomes foi lançado na área e bateu firme no poste esquerdo.

O São Paulo criou a primeira oportunidade apenas aos 31 minutos. Brenner recebeu no pivô e rolou para Daniel Alves emendar de primeira, rente ao poste esquerdo.

João Paulo fez boa intervenção aos 36 minutos. Daniel Alves lançou Juanfran na área e o lateral tentou a finalização de carrinho, mas o goleiro fechou o ângulo e ficou com a bola.

Gabriel Sara perdeu boa oportunidade aos 46 minutos. Reinaldo fez o cruzamento da esquerda e o meia buscou a finalização de sem pulo, mas isolou a bola.

Mas foi o Santos quem conseguiu abrir o placar logo no primeiro minuto do segundo tempo. Arthur Gomes lançou Jóbson na pequena área, o volante bateu sem ângulo e Tiago Volpi ficou parado vendo a bola entrar no gol.

O São Paulo tentou responder aos dez minutos. Juanfran foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para Brenner finalizar de primeira, mas o chute saiu mascado e João Paulo ficou com a bola.

Leia Também:  Santos vence Atlético Mineiro com mais um show de Marinho

Gabriel Sara perdeu outra chance incrível no minuto seguinte. Léo tentou o chute da intermediária, a bola resvalou na zaga e sobrou para o meia na pequena área, com o chute passando rente ao poste esquerdo.

Nova chance do São Paulo aos 16 minutos. Juanfran cruzou da direita e a bola chegou em Reinaldo na entrada da área. O lateral tentou emendar de primeira e isolou a finalização.

O Santos quase matou o jogo no contra-ataque aos 30 minutos. Kaio Jorge lançou Lucas Braga e Tiago Volpi saiu da área para cortar a bola.

João Paulo salvou novamente o Santos aos 33 minutos. Reinaldo bateu escanteio, a bola é desviada novamente para a área e Arboleda escorou para defesa do goleiro.

O goleiro do Santos fez novo milagre aos 39 minutos. Juanfran cruzou da direita e Brenner testou firme na pequena área para João Paulo espalmar para escanteio.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Eliminatórias: com brilho de Neymar e Raphinha, Brasil goleia Uruguai

Publicados

em

Por

Com uma boa atuação de Neymar e Raphinha, o Brasil retomou o caminho das vitórias nas Eliminatórias para a Copa de 2022 (Catar) ao golear o Uruguai por 4 a 1, na noite desta quinta-feira (14) na Arena da Amazônia, em Manaus.

Não apenas o resultado foi importante, mas a forma como ele foi alcançado vale ser destacado. A equipe comandada pelo técnico Tite foi muito superior, sendo empurrada por 12.528 mil torcedores que acompanharam o confronto ao vivo.

Após a vitória, a seleção brasileira permanece na liderança das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa com 31 pontos.

Neymar e Raphinha decisivos

O camisa 10 da seleção brasileira mostrou desde os primeiros minutos que queria jogo. E, logo aos 2, criou sua primeira chance com um chute forte, que parou em defesa de Muslera.

Porém, aos 9 minutos o goleiro uruguaio não conseguiu fazer nada, quando Fred lançou Neymar, que, dentro da área, dominou no peito e se livrou de Muslera para finalizar com liberdade. Com este gol o camisa 10 se tornou o vice-artilheiro da competição com 7 gols (1 a menos que o boliviano Marcelo Moreno).

Leia Também:  Copa do Brasil: confira todos os classificados às oitavas de final e como será o sorteio

E o Brasil queria mais, e conseguiu aos 17 minutos, quando Neymar chutou, Muslera defendeu parcialmente e Raphinha aproveitou para ampliar.

A equipe comandada por Tite ainda tentou chegar ao terceiro no restante da etapa inicial, mas ele só veio aos 12 minutos do segundo tempo. E o gol foi fruto da parceria entre Neymar e Raphinha. Em jogada de velocidade, o camisa 10 enfiou em profundidade para o camisa 19, que avançou e bateu cruzado de esquerda.

Aos 31 minutos o Uruguai ainda conseguiu descontar com um belo gol, em cobrança de falta, do artilheiro Luis Suárez. Mas a noite era mesmo da seleção brasileira, que ampliou aos 37 minutos graças a gol de cabeça de Gabriel Barbosa, que aproveitou lindo lançamento de Neymar para fechar o placar.

Próximos compromissos

O Brasil volta a jogar pelas Eliminatórias para a Copa em Novembro, quando enfrenta a Colômbia e a Argentina.

Por Agência Brasil – Rio de Janeiro

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

QUARTO CENTENÁRIO

PARANÁ

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA