REGIONAIS

Trabalhador morre e outro fica gravemente ferido ao serem soterrados em silo na região de Maringá

Publicados

em

Um trabalhador de 41 anos, morreu e outro ficou gravemente ferido, durante um soterramento que aconteceu no silo de uma cooperativa situada na cidade de Floresta, na região de Maringá.

Gean Carlos Andrade, de 24 anos, teve o corpo parcialmente soterrado por grãos. Andrade foi socorrido pelas equipes do Samu e Corpo de Bombeiros, apresentando ferimentos principalmente na região do tórax. Segundo o médico Maurício Lemos, a vítima sofreu síndrome do esmagamento. O trabalhador foi resgatado pelo serviço Aeromédico do Samu, e encaminhado até o Hospital Bom Samaritano de Maringá.

Já o seu companheiro de trabalho, identificado como Alex Casado Dias, não resistiu e veio a óbito no local do ocorrido. A vítima fatal residia nas imediações da cooperativa.

O acidente de trabalho mobilizou um grande aparato de socorristas. De acordo com as informações do Tenente Janderson Lopes, o resgate foi de alta complexidade. Ao tomar conhecimento do ocorrido, em poucos minutos o helicóptero (Aeromédico) do Samu pousou no local.

As circunstâncias do acidente serão apuradas pelos órgãos competentes. Mas a princípio na hora do ocorrido, havia 4 trabalhadores no local. Dois deles saíram ilesos. Quando as guarnições do Samu e Siate chegaram na cooperativa, a brigada da empresa já estava realizando os procedimentos para tentar resgatar as vítimas.

Leia Também:  PÉROLA - Funcionário da Prefeitura morre atropelado por retroescavadeira

Após o trabalho da Polícia Científica, o corpo do operário que morreu foi removido e encaminhado para o IML de
Maringá. (Corujão Notícias).

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

REGIONAIS

Falecimento de jovem peão de Cruzeiro do Oeste comove noroeste do Paraná

Publicados

em

Por

Faleceu na tarde deste domingo (19) o jovem Marcos Santos, de apenas 18 anos. Ele era peão, morava em Cruzeiro do Oeste com a família e se afogou no rio Goioerê.

Ele chegou a ser socorrido e levado para o hospital municipal de Cruzeiro do Oeste.

Marquim, como era conhecido, era muito querido na cidade. Enquanto recebia atendimento médico um grande número de pessoas aguardava notícias do lado de fora, e embora os profissionais tenham tentado a ressuscitação, não obtiveram êxito.

Ainda não há detalhes sobre velório e sepultamento.

 

o bemdito

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Avó se apresenta e identifica criança encontrada abandonada em Goioerê. Mãe não foi encontrada
Continue lendo

QUARTO CENTENÁRIO

PARANÁ

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA