ENTRETENIMENTO

Maitê Proença diz que escondeu diagnóstico de coronavírus até da filha

Publicados

em

A atriz Maitê Proença, 62, revelou que teve Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, no começo da pandemia. Contudo, preferiu não compartilhar o assunto com ninguém, porque temia a reação da filha, Maria, que estava grávida da primeira neta da atriz.

“Lá no início da pandemia, eu tive um exame que deu positivo. Eu não podia contar para ninguém, porque eu não queria que chegasse na Maria porque o bebê ainda não tinha virado”, disse em live no Instagram com o produtor e roteirista Cacau Hygino.

Por isso, Maitê acabou encarando a recuperação sozinha. “Pensei: ‘Se eu contar para alguém vai chegar nela. Eu tenho que aguentar firme, posso morrer sozinha que ninguém vai saber’”, contou. “Foi horrível porque eu tive manifestações [da doença], mas fiquei aqui aguentando, fingindo.”

Com o nascimento de Manuela, no dia 31 de julho, Maitê relaxou, mas nem tanto. Ela ainda evita ver a criança com frequência por “medo de ser transmissora de alguma forma”.

Leia Também:  Tartarugas Ninja vão ganhar novo filme em animação; Seth Rogen vai produzir

“Eu acho que estou protegida, ainda que um segundo exame não tenha mostrado anticorpos”, revelou. “Fico com receio, mas vi minha neta algumas vezes.”

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ENTRETENIMENTO

Luan Santana promove campanha e grava clipe para ajudar o Pantanal

Publicados

em

Por

Luan Santana, 29, decidiu engrossar o coro de artistas pedindo ajuda e atenção para o Pantanal. Ele anunciou, neste fim de semana, que vai promover uma live e um leilão beneficentes. O objetivo é que arrecadar fundos para combater os incêndios que tomaram o bioma.

Desde 1º de janeiro até a primeira semana de outubro, as queimadas varreram a fauna e a flora de 3.977.000 hectares da região. Essa é uma área pouco menor à do estado do Rio de Janeiro. O tamanho destruído corresponde a 26,5% do Pantanal, de 15 milhões de hectares.

O cantor é natural de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, um dos estados em que o bioma está presente. Luan Santana reafirmou a importância de preservar a biodiversidade da região. Além disso, lembrou a importância das suas comunidades tradicionais e suas atividades econômicas –a pecuária e o turismo.

Marcado para o dia 22 de novembro, o show será transmitido ao vivo pela internet. Ele será gravado de uma chalana, um tipo de barco, no rio Paraguai. Artistas convidados também devem participar.

” Queria ser chuva, mas estou em chamas”, canta Luan Santana

A live pretende arrecadar ao menos R$ 8 milhões. Os recursos serão encaminhados ao movimento O Pantanal Chama, da instituição SOS Pantanal. Essa ONG tem auxiliado diversas iniciativas que visam a recuperação e a preservação do bioma.

Leia Também:  Daiana Garbin revela nome escolhido para a 1ª filha com o apresentador Tiago Leifert

O público poderá fazer doações durante o show. Além disso, terá a chance de comprar camisetas, bonés e outros itens com estampas da campanha e a assinatura do próprio Luan. Os lucros serão encaminhados para a SOS Pantanal.

Além da live, o sertanejo também vai promover o leilão de um dos figurinos que usou na recente gravação do DVD “Viva”. O valor arrecadado será destinado ao Instituto Arara Azul. O cantor é padrinho do instituto, que estuda e preserva a espécie.

Por fim, Luan Santana deve anunciar em breve o lançamento do clipe de “Deus Salve o Pantanal”, que gravou na semana passada. Toda a renda obtida com a faixa será revertida à preservação do bioma.

“Queria ser chuva, mas estou em chamas, não tem flor em meu quintal, Deus Salve o Pantanal”, canta Luan Santana na música.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

QUARTO CENTENÁRIO

PARANÁ

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA