ESPORTES

FC Cascavel vence Athletico e retoma liderança do Campeonato Paranaense

Publicados

em

O FC Cascavel venceu de virada o Athletico-PR por 2 a 1 na tarde deste domingo (4) e reassumiu a liderança do Campeonato Paranaense.

Bissoli abriu o placar para o Athletico, mas Robinho e Rogério buscaram a virada para o FC Cascavel, em duelo realizado no Olímpico Regional, que não contou com público devido a pandemia da Covid-19.

A vitória deixou o FC Cascavel com 13 pontos, três acima do vice líder Cianorte, embora o Leão do Vale tenha um jogo a menos que a Serpente Aurinegra.

Já o Athletico ficou estacionado na lanterna do Campeonato Paranaense, sem nenhum ponto ganho nas duas partidas que disputou. Somente o Furacão e o Cascavel CR ainda não venceram na competição.

Essa foi a primeira partida do Athletico nos últimos 36 dias, após a equipe ter diversos jogos adiados pela Federação Paranaense de Futebol devido a proibição da Prefeitura de Curitiba para a realização de jogos de futebol na cidade.

A Federação Paranaense de Futebol não marcou novos jogos das duas equipes no Campeonato Paranaense, mas o FC Cascavel tem o duelo contra o Avaí – válido pela segunda rodada da Copa do Brasil, agendado para 15 de abril (quinta-feira), em Florianópolis.

Leia Também:  Palmeiras vence Atlético Goianiense e encerra série negativa no Brasileiro

ROGÉRIO GARANTE VIRADA DO FC CASCAVEL NOS ACRÉSCIMOS

A partida começou truncada e a primeira chance clara de gol saiu apenas aos 22 minutos. Após cobrança de escanteio pela direita, a zaga do Athletico não conseguiu cortar e Peu emendou de voleio rente ao travessão.

Só que o Athletico respondeu aos 32 minutos. Jaderson foi lançado na área e foi derrubado após choque nas costas. Pênalti para o Furacão, convertido por Bissoli, em cobrança firme no canto direito.

O FC Cascavel empatou o jogo ‘na mesma moeda’. Aos 40 minutos, Edu derrubou Léo Itaperuna na área e novamente o árbitro Robson Babinski assinalou a penalidade. Robinho foi para cobrança e com categoria deslocou Bento para igualar o placar.

Afonso salvou o FC Cascavel aos 44 minutos. Bissoli fez boa jogada pela esquerda, invadiu a área e rolou para trás, mas o zagueiro fez o corte providencial junto ao poste.

Yago perdeu excelente chance para recolocar o Athletico na frente do placar. Aos cinco minutos do segundo tempo, Kawan lançou Jajá na esquerda e o atacante cruzou rasteiro, mas o atacante não conseguiu o domínio e foi desarmado.

Leia Também:  Lewis Hamilton vence GP da Espanha e iguala recorde de Senna

Aos 17 minutos, o FC Cascavel reclamou de uma penalidade não marcada. Robinho foi acionado na área e na disputa por espaço, caiu no gramado. Robson Babinski mandou o jogo seguir.

O FC Cascavel voltou a levar perigo na bola parada aos 40 minutos. Gama bateu falta lateral direito para a meta e a bola passou rente ao poste direito.

Bissoli perdeu grande chance para dar a vitória ao Athletico aos 45 minutos. O centroavante recebeu na área e cara a cara com Ricardo isolou a finalização.

Quando o jogo parecia caminhar para o empate, o FC Cascavel buscou a virada aos 47 minutos. Douglas fez boa jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para Rogério completar para as redes.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Lewis Hamilton vence GP da Espanha e iguala recorde de Senna

Publicados

em

Por

Lewis Hamilton, 36, venceu neste domingo (9) o GP da Espanha, quarta etapa da temporada 2021 do Mundial de F1. Foi o quinto ano consecutivo de vitória na corrida da Catalunha, que faz com que o piloto inglês repita um feito do brasileiro Ayrton Senna, vencedor em Mônaco cinco vezes seguidas (de 1989 a 1993).

Hamilton também acumula seis poles na pista espanhola (2014, 2016, 2017, 2018, 2020 e 2021). Neste sábado (8), ele foi o mais rápido no circuito da Catalunha, onde registrou a centésima pole position de sua carreira.​

​O piloto da Mercedes é também o que mais vezes largou na principal fila do grid, que soma a primeira e a segunda posição. Foram 162 vezes entre os dois primeiros.

Como foi a vitória de Lewis Hamilton

Na Espanha, Hamilton largou em primeiro e logo perdeu a liderança para o jovem holandês Max Verstappen, que a manteve até a 25 volta, quando entrou nos boxes para manutenção do carro. A parada, de 4.2 segundos, colocou o holandês em desvantagem até a 29ª volta, quando retomou a liderança.

Verstappen fazia uma boa corrida, mas a estratégia de parada da Mercedes funcionou melhor do que a da Red Bull, e Hamilton conseguiu diminuir a vantagem do holandês até ultrapassá-lo na volta de número 60.

Leia Também:  Corinthians bate Mirassol com talento de Ederson e está na final do Paulista

O trajeto espanhol de 4.675 km e 66 voltas fica na cidade catalã de Montmeló, a 30 km de Barcelona e é considerado um bom termômetro de forças das equipes: conta com uma reta longa, curvas de diferentes velocidades e um trecho final tortuoso.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

QUARTO CENTENÁRIO

PARANÁ

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA