CURIOSIDADES

Roteiro de viagem de até 3 dias: Curitiba

Publicados

em

Conhecida como a Europa brasileira, Curitiba, capital do Paraná, é famosa por ser muito organizada, cheia de áreas verdes e com um tempo difícil de se prever. A cidade possui muitos atrativos turísticos gratuitos ou a preços acessíveis para todos os públicos, além de uma gastronomia vasta de dar água na boca!

Se você quer gastar pouco e aproveitar muito, Curitiba é a cidade ideal. Por isso preparamos pra você, um roteiro incrível para seguir e se inspirar.

Créditos: Flickr | Eduardo PA

O que conhecer em 1 dia

Se você está só de passagem por Curitiba, a melhor maneira de conhecê-la é embarcando em um dos ônibus da Linha Turismo. Ele percorre um total de 26 pontos turísticos que inclui parques, praças e atrações da cidade.

O roteiro se inicia na Praça Tiradentes, mas você pode iniciar seu tour em qualquer ponto de parada. É necessário adquirir um cartão de embarque que funciona por um período de 24 horas de forma ilimitada.

A linha funciona de terça a domingo de 9h às 17h30.

Créditos: Flickr | Rogerio Plachinski

Garanta também seu City Tour aqui

O que fazer em 2 dias

Além do ônibus da Linha Turismo, você também pode utilizar o sistema de transporte público e explorar melhor a cidade. Separamos alguns atrativos que você precisa conhecer, caso fique 2 dias por lá:

Bosque alemão

Uma homenagem às tradições germânicas, o bosque possui um mirante que se liga a uma torre, chamada Torre do Filósofo. Ao descer a torre, você é conduzido ao Caminho dos Contos, uma trilha no interior do Bosque, que conta a história de João e Maria, através de painéis de azulejos até a Casa da Bruxa, uma biblioteca infantil, conhecida também como a Casa dos Contos.

Leia Também:  Paraná ainda tem 241 mil unidades sem luz após ciclone; Curitiba soma 27 mil
Créditos: Flickr | Eduardo PA

Bosque Zaninelli

Um verdadeiro achado em meio a área verde da cidade, o bosque sofreu com a exploração de granito até a década de 40, originando um grande paredão de pedra e um lago, no meio da mata. Em 1992 foi criada uma estrutura rústica para abrigar a Universidade Livre do Meio Ambiente – UNILIVRE. Se de passagem já é um paraíso, imagina estudar lá todos o dias?

Créditos: Flickr | Paulo Henrique Coelho

Parque Tanguá

Se você quer um lugar para curtir um belíssimo pôr-do-sol, não pode deixar de visitar esse parque! A dica aqui é chegar a tarde para conhecer o lugar que ainda possui uma passarela suspensa, um mirante e um o espelho d’água, e tirar altas fotos.

Créditos: Flickr | Eduardo PA

Ópera de Arame

Famosa pela sua estrutura arquitetônica de metal e localizada dentro dos Parques das Pedreiras, o teatro abriga um série de espetáculos para os mais variados públicos. Vale a pena conferir a agenda antes de ir e até mesmo adquirir um ingresso.

Créditos: Flickr | Eduardo PA

Santa Felicidade 

Se você quer comer bem, Santa Felicidade é o lugar certo! Um dos bairros mais turístico de Curitiba, de influência italiana, possui uma variedade de restaurantes para todos os gostos.

Além disso, todos os anos, acontece a famosa Festa da Uva de Santa Felicidade, uma tradicional festa local, com diversas atrações e venda de comidas típicas italianas, a preços bem acessíveis. Fique de olho no calendário da cidade e se der tempo, vale dar uma esticadinha em São José dos Pinhais, para conhecer a Vinícola Araucária.

Veja também:  Visitantes poderão entrar pelados em museu de Paris
Créditos: Flickr | Eduardo PA

Memorial Ucraniano

Uma continuação do Parque Tingui, o memorial foi construído em homenagem ao centenário da imigração Ucraniana. De arquitetura ucraniana, suas casas possuem estilo bizantino e uma réplica da Igreja de São Miguel.

Leia Também:  15 Curiosidades do Paraná
Créditos: Viagem Acessível

O que visitar em 3 dias

Se a sua viagem for de 3 dias, aproveite para explorar também o centro histórico e aproveitar ainda mais a gastronomia da região:

Passeio Público

Localizado no Centro da cidade, o passeio público foi o primeiro parque de Curitiba, inaugurado em 1886. Foi o primeiro zoológico da cidade e ainda abriga 40 animais, entre serpentes e lagartos, além de um Aquário.

Fato curioso: Seus portões são históricos e inspirados no portão do Cemitério de Cães de Paris.

Créditos: Curitiba Space

Mercado Municipal

Quer saber sobre os costumes e a culinária local? Se sim, o mercado municipal é parada obrigatória! Lá você pode encontrar também os famosos pães de mel decorados, várias lembrancinhas e uma série de restaurantes que oferecem cardápios com produtos orgânicos.

Créditos: Prefeitura de Curitiba

Centro histórico

Aqui fica o marco da cidade, onde você pode conhecer a Igreja da Ordem Terceira de São Francisco de Chagas mais conhecida como Igreja da Ordem, e apreciar prédios que datam dos séculos XVIII e XIX, como a Casa Romário Martins, a Casa Vermelha, o Palácio Giuseppe Garibaldi e a Praça Tiradentes.

Dica: Não deixe de conhecer a rua 24h e a famosa Feira do Largo da Ordem que acontece sempre aos domingos.

Créditos: Flickr | Eduardo PA

Torre panorâmica

E para terminar o dia, vale a pena visitar a Oi Torre Panorâmica. A torre é um dos melhores lugares para se observar a cidade e oferece uma vista de 360º, com mais de 100 metros de altura. Se o tempo estiver bom, aproveite para curtir o pôr-do-sol lá de cima.

Créditos: Flickr | Dalton Wamser

E aí? Animado pra conhecer Curitiba?

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

CURIOSIDADES

O primeiro grande acidente aéreo na região de Curitiba em 1958

Publicados

em

Por

Foi um avião “Convair”, como este da foto acima, que caiu em 1958 perto da Colônia Muricy, em São José dos Pinhais. Era o segundo grande acidente aéreo da história do Paraná, com 18 mortos, entre os 24 ocupantes. E o mais grave da região de Curitiba.

 

O final de tarde era de chuva forte, e o avião pode ter sido atingido pelo vento, quando se preparava para descer no Aeroporto Affonso Pena. Considerando o número de mortes, foi o segundo mais grave acidente da história paranaense. Morreram o então senador e ministro da Justiça, Nereu Ramos, o governador de Santa Catarina, Jorge Lacerda, e o deputado federal Leoberto Leal. Entre os mortos estavam ainda os cinco tripulantes, e o padre Osvaldo Gomes, um dos fundadores do Colégio Medianeira de Curitiba.

O avião tinha saído de Porto Alegre, com escala em Florianópolis. Em Curitiba o piloto sobrevoava a região, esperando autorização para descer, que viria da torre de controle do aeroporto. Mas houve preferência para uma decolagem. Logo a seguir o avião da Cruzeiro, pilotado pelo comandante Licínio Correia Dias, caiu na região de Capão do Cerrado, próximo à Colônia Muricy, em São José dos Pinhais, a 30 quilômetros de Curitiba.

Leia Também:  O primeiro grande acidente aéreo na região de Curitiba em 1958

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

QUARTO CENTENÁRIO

PARANÁ

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA