ESPORTES

Fórmula 1: Verstappen vence GP da Bélgica em corrida com quatro voltas

Publicados

em

O Grande Prêmio (GP) da Bélgica de Fórmula 1 deste domingo (29) foi frustrante pela forte chuva que atingiu o circuito de Spa Francorchamps, em Stavelot. Com mais de três horas de paralisação e duas tentativas de largada, a prova foi concluída após quatro voltas completadas. Com isso, a vitória de Max Verstappen foi confirmada com apenas metade dos pontos aos dez primeiros.

A tempestade deste domingo causou o atraso do início da prova em meia hora. A primeira largada foi feita com o carro de segurança, mas os pilotos reclamaram da visibilidade e a direção de prova acionou a bandeira vermelha.

A paralisação estava prevista para durar até 20 minutos, mas alongou-se em três horas. Com o tempo limite de quatro horas para realização de uma corrida da Fórmula 1, a segunda tentativa de largada foi feita a partir do pitlane e também com o safety car. A chuva piorou e a bandeira vermelha foi acionada novamente, dando fim ao GP da Bélgica.

“Pessoal, desculpe a vocês que estão aí esperando. Esta chuva não para. É perigoso demais para nós sairmos. Coloca todos em risco. A segurança tem que vir primeiro. Enviando positividade e obrigado pela paciência”, publicou Lewis Hamilton nas redes sociais. “Os fãs têm sido incríveis em ficar conosco… Você realmente não conseguia ver cinco metros à sua frente. É uma pena”, lamentou o inglês, heptacampeão da Fórmula 1. após o término da prova.

Leia Também:  De virada, Ponte Preta vence Santos e define semifinais do Paulistão

“É uma vitória, mas não é como você quer vencer. Acho que o crédito vai para os fãs que ficaram aqui nestas condições de chuva”, disse Verstappen, que celebrou timidamente a vitória.

A próxima corrida da Fórmula 1 será no domingo (3), o GP da Holanda, no circuito de Zandovoort.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Athletico emenda duas vitórias e ganha confiança para a Sul-Americana

Publicados

em

Por

Athletico conquistou a segunda vitória consecutiva na semana ao derrotar o Juventude por 2 a 1, pelo Brasileirão. O Rubro-Negro já havia vencido o Santos, na última terça-feira (14), pelas quartas de final da Copa do Brasil.

A última vez que o Athletico ganhou dois jogos seguidos foi no final de julho, quando ganhou do Internacional, no Brasileirão, e Atlético-GO, na Copa do Brasil.

Porém, a maré do Athletico virou com a classificação à semifinal da Copa do Brasil contra o Santos e a vitória sobre o Juventude. E a sequência positiva aconteceu dias antes da semifinal da Sul-Americana contra o Peñarol, do Uruguai.

Para o auxiliar Bruno Lazaroni, as duas vitórias aumentam novamente a confiança do Furacão. “A semana foi muito proveitosa e muito feliz. Conseguimos a classificação para uma semifinal importante e hoje conseguimos um resultado positivo após um grande período. Valoriza todo o grupo de trabalho e nos dá ainda mais força para encarar mais uma decisão”, comentou.

“É natural da nossa parte pela sequência negativa principalmente no Campeonato Brasileiro ter uma perda de confiança. As vitórias no meio de semana e hoje melhoraram nessa parte para a decisão que vamos ter pela frente. Temos que gerir o elenco e os jogadores mais desgastados para ter todos os jogadores 100% em todas as partidas e ter uma intensidade forte e suportar a maratona”, acrescentou o assistente do Athletico.

O Rubro-Negro volta a campo na próxima quinta-feira (23), às 21h30, para enfrentar o Peñarol, no jogo de ida da semifinal da Sul-Americana.

Leia Também:  Janela pós-pandemia já movimentou R$ 7,4 bi; veja os 10 reforços mais caros

AGENDA DO ATHLETICO

  • Peñarol: 23/09 (quinta-feira), às 19h15, no estádio Campeón del Siglo
  • Grêmio: 26/09 (domingo), às 18h15, na Arena da Baixada
  • Peñarol: 30/09 (quinta-feira), às 21h30, na Arena da Baixada
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

QUARTO CENTENÁRIO

PARANÁ

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA