NOTÍCIAS DO PARANÁ

Vereador preso desde julho por suspeita de tráfico de drogas é reeleito no Paraná

Publicados

em

Um vereador que está preso desde julho suspeito de chefiar uma organização criminosa foi reeleito em Alvorada do Sul, na região de Londrina, no norte do Paraná.

Diogo Michel Canata, que concorreu pelo PL, foi preso pela Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) após uma operação contra o tráfico de drogas no dia 08 de julho.

Apesar de estar na cadeia, o candidato teve autorização da Justiça Eleitoral para concorrer às eleições municipais deste ano. Ele foi o quarto vereador mais votado da cidade, com 251 votos.

O resultado do pleito deste ano foi parecido com o de 2016, quando o candidato recebeu 277 votos e também foi o quarto mais votado. Alvorada do Sul tem 11.503 habitantes, com 9 vereadores na Câmara Municipal.

O advogado Jorge Luis Rosa de Melo, que defende Diogo, disse que o cliente é inocente até que se prove o contrário e que, sem condenação, o direito de concorrer e exercer um cargo público não pode ser revogado.

Na operação, os policiais encontraram casa do vereador cerca de 30 quilos de crack, além de duas armas e quatro veículos. Outros oito suspeitos foram presos, inclusive o irmão de Diogo.

Leia Também:  Resolução da Aneel faz conta de luz ficar mais cara a partir desta terça

No mandato atual, a cadeira do vereador está vazia e deve ser preenchida na próxima segunda-feira após o fim do prazo de 120 dias para convocação. De acordo com o regimento, o suplente Anderson Borges, do PR, deve assumir a função até o fim deste ano.

Para a próxima legislatura, que inicia em 1º de janeiro, Diogo terá 15 dias para assumir o cargo.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

NOTÍCIAS DO PARANÁ

Nova remessa com 67,8 mil imunizantes da Pfizer chega nesta segunda ao Paraná

Publicados

em

Por

Chegam ao Paraná nesta segunda-feira (10) mais 67.860 doses da vacina Pfizer/Comirnaty/BioNtech. O avião com os imunizantes (LA-4793) pousa no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, às 19h05. Logo em seguida eles serão encaminhados para o Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) e armazenados nos freezers que mantêm a temperatura ideal até a distribuição.

É o segundo lote de imunizantes da Pfizer enviado ao Estado. Ele será direcionado a aplicação em gestantes, puérperas, pessoas com comorbidades e pessoas com deficiência permanente. Na segunda-feira passada o Paraná recebeu 32.760 vacinas. O total já ultrapassa 100 mil doses.

Também é a última entrega referente à 18ª pauta de distribuição do Ministério da Saúde. Essas doses da Pfizer se somam às 242 mil da vacina Covishield, da parceria AstraZeneca/Oxford, entregues na quinta-feira (6), e às 57,8 mil doses da CoronaVac, produzida pela parceria da farmacêutica chinesa Sinovac e do Instituto Butantan, de São Paulo, que chegaram no sábado (8). A distribuição às 22 Regionais de Saúde começará nesta semana.

Leia Também:  ENTRE CAFELÂNDIA E CORBÉLIA - Três adultos e três crianças ficam feridos em capotamento na pr-180

O Estado já começou a vacinar 18 grupos prioritários: indígenas; idosos em Instituições de Longa Permanência; pessoas com deficiência institucionalizadas; trabalhadores da saúde; trabalhadores da segurança pública; forças de salvamento; Forças Armadas; quilombolas; sete faixas etárias entre a população idosa, dos 60 a 64 aos mais de 90 anos; pessoas com comorbidades; pessoas com deficiência permanente; e grávidas.

O Paraná já recebeu e distribuiu mais de 3,6 milhões de doses. Segundo o Vacinômetro da Secretaria estadual da Saúde, pouco mais de 1,9 milhão de paranaenses já receberam a primeira dose e 1,051 milhão completaram a imunização com as duas doses. Mais de 85% do que foi distribuído foi aplicado.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

QUARTO CENTENÁRIO

PARANÁ

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA