ESPORTES

Atlético Mineiro goleia o Flamengo e cola na liderança do Brasileiro

Publicados

em

O Atlético Mineiro venceu o Flamengo por 4 a 0 na noite deste domingo (8) e voltou a encostar na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro.

Eduardo Sasha (duas vezes), Keno e Zaracho marcaram os gols da vitória do Atlético.

O duelo foi realizado no Mineirão, em Belo Horizonte, sem a presença de público devido a pandemia da Covid-19.

A vitória deixou o Atlético com 35 pontos em 19 jogos, um ponto abaixo do Internacional e com a mesma pontuação do Flamengo, embora essas duas equipes já tenham feito 20 partidas no Brasileiro.

O Flamengo volta a campo já nesta quarta-feira (11), quando recebe o São Paulo no Maracanã, às 21h30, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa do Brasil.

Já o Atlético Mineiro volta a campo apenas no próximo sábado (14), contra o Corinthians na Neo Química Arena, às 19h, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

ATAQUE ARRASADOR GARANTE VITÓRIA DO ATLÉTICO MINEIRO

Como esperado, a partida começou em ritmo alucinante no Mineirão. Logo aos dois minutos, Everton Ribeiro arriscou da intermediária e quase acertou o poste direito de Everson.

Leia Também:  Athletico é derrotado pelo Santos e não recupera liderança do Campeonato Brasileiro

Só que no minuto seguinte o Atlético conseguiu abrir o placar. Savarino foi lançado na direita e cruzou rasteiro para Eduardo Sasha empurrar para o fundo das redes.

A pressão do Atlético continuou e a equipe ampliou o marcador aos sete minutos. Novamente Savarino recebeu na direita, buscou o corte para o meio e serviu Keno na área. O atacante ajeitou o corpo e bateu firme no canto direito.

Hugo Moura salvou o placar de virar goleada aos 30 minutos. Alan Franco arriscou chute cruzado da entrada da área e o goleiro espalmou para a linha de fundo.

O Flamengo conseguiu levar perigo novamente aos 35 minutos. Em jogada ensaiada no escanteio, Filipe Luís cobrou curto para Everton Ribeiro que rolou para Willian Arão bater e Everson espalmar.

No lance seguinte, Everton Ribeiro cobrou escanteio aberto e Natan escorou firme, mas por cima da meta.

Assim como a primeira etapa, o segundo tempo também começou agitada. Logo no primeiro minuto, Filipe Luís cruzou na medida para Pedro escorar para bela defesa de Everson. O rebote ainda sobrou para Bruno Henrique que carimbou o travessão.

Leia Também:  Flamengo empata com Atlético-GO e perde chance de colar no líder Atlético-MG

A resposta do Atlético veio no minuto seguinte. Gustavo Henrique errou o corte pelo alto e a bola sobrou limpa para Keno, que invadiu a área e bateu por cima do gol.

O Atlético ‘matou’ o jogo aos 13 minutos. Guilherme Arana cruzou da esquerda para Eduardo Sasha, que livre no primeiro poste, escorou firme e Hugo Souza aceitou a finalização por baixo das pernas.

Eduardo Sasha quase chegou ao hat-trick aos 15 minutos. O atacante foi lançado na área e tentou a batida por cavadinha, mas a bola saiu à direita da meta.

Everson apareceu novamente aos 19 minutos. Após cruzamento de Isla, Pedro ganhou pelo alto e testou firme para o goleiro espalmar junto ao poste direito.

Ainda deu tempo do Atlético Mineiro deixar o quarto gol no placar. Aos 37 minutos, Savarino deu mais uma assistência (terceira no jogo) ao lançar Zaracho na área e o argentino bater na saída de Hugo Souza.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Santos vence a LDU na altitude de Quito e abre vantagem nas oitavas da Libertadores

Publicados

em

Por

O Santos venceu a LDU por 2 a 1 na noite desta terça-feira, no Estádio Casa Blanca, pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores da América. Os gols foram marcados por Soteldo e Marinho. Os visitantes balançaram as redes com Jhojan Julio.

O Peixe superou os desfalques e a altitude de 2850 metros em Quito, no Equador. Depois de primeiro tempo com muitos espaços na marcação, o Alvinegro voltou melhor para a etapa final, quando desempatou e sofreu menos na defesa.

Como o gol fora de casa é qualificado na Libertadores, o Santos pode empatar ou até perder por 1 a 0 para avançar às quartas de final. A decisão ocorrerá na próxima terça, também às 19h15 (de Brasília), na Vila Belmiro. 2 a 1 levaria a eliminatória para os pênaltis.

Antes de receber a LDU, o Peixe enfrentará o Sport no sábado, também na Vila, às 17h. O Alvinegro pode poupar parte dos titulares.

O JOGO

O Santos suportou a pressão inicial da LDU e aproveitou a primeira chance criada. Pará fez bonita jogada individual e cruzou para Soteldo fazer o gol aos cinco minutos.

Leia Também:  Paraná mantém a liderança nacional em doações de órgãos

A partir daí, a LDU dominou o jogo. Com a posse de bola e melhor fisicamente, a equipe dona da casa empilhou chances. No minuto 27, Perlaza bateu para boa defesa de John. E nos acréscimos, veio o empate.

O Santos cedeu um contra-ataque no último lance da etapa inicial. Billy Arce avançou e bateu para ótima defesa do goleiro John. No rebote, Jhojan Julio subiu mais que Diego Pituca e Marinho e empurrou para as redes de cabeça.

SEGUNDO TEMPO

O Santos teve novamente a primeira chance. Dessa vez, porém, Gabbarini foi bem finalização forte de Marinho de fora da área aos dois minutos. Na sequência, Alcívar bateu forte e John segurou mais uma.

E quando o Peixe parecia longe do gol, Marinho apareceu. O atacante bagunçou a defesa da LDU e sofreu (e converteu) o pênalti. 2 a 1 em Quito para os brasileiros aos 13 jogados.

O Alvinegro ajustou a defesa e pouco sofreu. Quando a LDU assustou, o goleiro John defendeu. A saída de Jean Mota para a entrada de Wagner Leonardo foi decisiva para o resultado. John, Pará, Marinho e Soteldo foram os destaques da equipe de Marcelo Fernandes. Vantagem para a decisão na Vila Belmiro.

Leia Também:  Flamengo atropela o Corinthians e assume a liderança do Brasileirão

FICHA TÉCNICA
LDU (EQU) 1 X 2 SANTOS

Data: 24 de novembro de 2020 (terça-feira)
Horário: 19h15 (de Brasília)
Local: Estádio Casablanca, em Quito (EQU)
Árbitro: Fernando Rapallini (ARG)
Assistentes: Ezequiel Brailovsky e Julio Fernandez (ARG)
VAR: Mauro Vigliano (ARG)
Cartões amarelos: LDU: Vega, Alcívar, Aguirre e Ordoñez. SANTOS: Luiz Felipe, Wagner Leonardo, Felipe Jonatan e Soteldo

GOLS:
LDU: Jhojan Julio, aos 46 minutos do 1T;
SANTOS: Soteldo, aos 6 minutos do 1T, e Marinho, aos 13 minutos do 2T.

LDU: Gabbarini; Perlaza (Zunino), Caicedo, Ordoñez e Cruz (Ayala); Villarruel, Alcivar, Vega (Caicedo), Quintero (Aguirre) e Billy Arce; Jhohan Julio e Martínez Borja
Técnico: Pablo Repetto

SANTOS: John, Pará, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe e Felipe Jonatan (Lucas Braga); Alison, Diego Pituca e Jean Mota (Wagner Leonardo); Marinho (Lucas Lourenço), Soteldo (Vinicius Balieiro) e Kaio Jorge
Técnico: Marcelo Fernandes

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

QUARTO CENTENÁRIO

PARANÁ

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA