ESPORTES

São Paulo perde em casa e adia confirmação de vaga na Libertadores

Publicados

em

O São Paulo deixou para a última rodada a confirmação da classificação às oitavas de final da Copa Libertadores. Nesta terça-feira (18), o time tricolor foi derrotado por 1 a 0 pelo Racing (ARG), no Morumbi.

Com o revés, a equipe do técnico Hernán Crespo caiu para a segunda colocação do Grupo E, com 8 pontos. Já o Racing, líder da chave, foi a 11 e garantiu de forma antecipada uma vaga no mata-mata.

Terceiro colorado com 3, o Rentistas (URU) ainda sonha com a classificação no torneio. Nesta quarta (19), visita o lanterna Sporting Cristal (PER), em Lima. Se o time uruguaio perder ou empatar, o São Paulo estará classificado.

Finalista do Estadual, o São Paulo tem como prioridade neste momento da temporada o título do Campeonato Paulista. O clube enfrenta na decisão o Palmeiras, atual campeão do estado e da América.

A diretoria são-paulina entende que o Paulista representa uma boa oportunidade de encerrar o incômodo jejum de taças no Morumbi. A última conquista tricolor foi em 2012, na Copa Sul-Americana daquele ano. O Estadual não é vencido pelos tricolores desde 2005.

Leia Também:  Santos perde do The Strongest e se complica na Libertadores

Por isso a opção de Crespo por utilizar reservas nos últimos dois compromissos da Libertadores.

Vitória em qualquer uma das duas partidas teria garantido a classificação à próxima fase. Contudo, apesar da hierarquia das competições, a fila de títulos falou mais alto, e a vaga nas oitavas de final terá que ser conquistada na próxima terça-feira (25), contra o Sporting Cristal, no Morumbi.

O São Paulo iniciou bem a partida, com ritmo forte e forçando boa defesa do goleiro Arias, com os pés, logo no começo do confronto.

Os argentinos, contudo, passaram a controlar o primeiro tempo a partir do gol de Novillo, aos 27 minutos de jogo. Lovera teve muita liberdade para cruzar da esquerda e o atacante do Racing cabeceou livre, cruzado, para superar Tiago Volpi e abrir o marcador.

Na segunda etapa, Hernán Crespo colocou alguns titulares para buscar o empate, entre eles Daniel Alves, recuperado de uma lesão muscular na coxa direita. O retorno do camisa 10 foi, provavelmente, a melhor notícia para o São Paulo no duelo.

Leia Também:  Operário vence e acaba com série invicta do Coritiba na Série B

Com um Racing que também escalou muitos reservas ainda mais retraído no segundo tempo, os donos da casa, mesmo com alguns titulares em campo, não ameaçaram o gol de Arias.

A derrota, segunda de Crespo no comando do time, encerrou uma sequência de 14 jogos de invencibilidade do São Paulo no ano.

Ainda representou o terceiro confronto seguido sem vitória contra argentinos no Morumbi. Além do Racing, empatou com o River Plate (ARG) em 2 a 2 no ano passado e igualou sem gols com o Talleres (ARG) em 2019, ambos pela Libertadores.

O São Paulo disputa nesta quinta-feira (20) o primeiro jogo da final do Campeonato Paulista, contra o Palmeiras, às 22h, no Allianz. Nas últimas duas visitas à casa alviverde, o clube tricolor saiu vitorioso.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Eliminatórias: com brilho de Neymar e Raphinha, Brasil goleia Uruguai

Publicados

em

Por

Com uma boa atuação de Neymar e Raphinha, o Brasil retomou o caminho das vitórias nas Eliminatórias para a Copa de 2022 (Catar) ao golear o Uruguai por 4 a 1, na noite desta quinta-feira (14) na Arena da Amazônia, em Manaus.

Não apenas o resultado foi importante, mas a forma como ele foi alcançado vale ser destacado. A equipe comandada pelo técnico Tite foi muito superior, sendo empurrada por 12.528 mil torcedores que acompanharam o confronto ao vivo.

Após a vitória, a seleção brasileira permanece na liderança das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa com 31 pontos.

Neymar e Raphinha decisivos

O camisa 10 da seleção brasileira mostrou desde os primeiros minutos que queria jogo. E, logo aos 2, criou sua primeira chance com um chute forte, que parou em defesa de Muslera.

Porém, aos 9 minutos o goleiro uruguaio não conseguiu fazer nada, quando Fred lançou Neymar, que, dentro da área, dominou no peito e se livrou de Muslera para finalizar com liberdade. Com este gol o camisa 10 se tornou o vice-artilheiro da competição com 7 gols (1 a menos que o boliviano Marcelo Moreno).

Leia Também:  Flamengo é goleado pelo Del Valle e perde liderança na Libertadores

E o Brasil queria mais, e conseguiu aos 17 minutos, quando Neymar chutou, Muslera defendeu parcialmente e Raphinha aproveitou para ampliar.

A equipe comandada por Tite ainda tentou chegar ao terceiro no restante da etapa inicial, mas ele só veio aos 12 minutos do segundo tempo. E o gol foi fruto da parceria entre Neymar e Raphinha. Em jogada de velocidade, o camisa 10 enfiou em profundidade para o camisa 19, que avançou e bateu cruzado de esquerda.

Aos 31 minutos o Uruguai ainda conseguiu descontar com um belo gol, em cobrança de falta, do artilheiro Luis Suárez. Mas a noite era mesmo da seleção brasileira, que ampliou aos 37 minutos graças a gol de cabeça de Gabriel Barbosa, que aproveitou lindo lançamento de Neymar para fechar o placar.

Próximos compromissos

O Brasil volta a jogar pelas Eliminatórias para a Copa em Novembro, quando enfrenta a Colômbia e a Argentina.

Por Agência Brasil – Rio de Janeiro

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

QUARTO CENTENÁRIO

PARANÁ

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA