REGIONAIS

Radialista é assassinado a tiros durante assalto em Ubiratã

Publicados

em

O radialista Antônio Beckhauser, de 58 anos, foi morto a tiros durante uma tentativa de assalto na noite de quarta-feira (15), no Jardim Josefina, em Ubiratã. Além dele, a esposa e o filho também foram baleados. O autor do crime fugiu e não foi localizado.

De acordo com o tenente Gabriel Ferreira, comandante da 2ᵃ Companhia da PM, um criminoso invadiu a residência e deu voz de assalto ao radialista e ao filho, que estavam na sala. No momento em que levantou as mãos para se render, Antônio foi alvejado com dois disparos, na cabeça e na perna. Ele morreu antes da chegada de socorristas do Samu.

O filho do jornalista também foi atingido com dois tiros na perna. Na sequência, o assaltante foi até o quarto onde estava a esposa de Antônio e efetuou mais dois disparos contra a vítima, que foi baleada na face e na perna. Mãe e filho foram socorridos pelo Samu e encaminhados a um hospital de Campo Mourão. Não há detalhes sobre o estado de saúde das vítimas.

Leia Também:  Helicóptero do consamu é acionado após grave acidente em Jesuítas

Após o crime, o marginal fugiu sem levar nada. Segundo relatos dos sobreviventes, ele trajava bermuda, chinelo e capuz. Equipes da PM de Ubiratã, com apoio de viaturas de Campo Mourão, realizaram buscas na região, mas, até fechamento desta reportagem, o assaltante não havia sido localizado. A Polícia Civil investiga o caso.

Antônio Beckhauser tinha mais de 30 anos de experiência com radialismo e trabalhava desde 1995 na Rádio Difusora de Ubiratã. Em nota, a emissora lamentou a morte do profissional. “É com esta alegria e este sorriso que sempre vamos lembrar de você. Nossa equipe está de luto pela perda de nosso colega de trabalho. Pessoa querida e profissional ímpar da comunicação. Vai com Deus Antônio Beckhauser. Nossos sinceros sentimentos aos familiares”. (Catve)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

REGIONAIS

Após temporal, falta de água e energia afeta Assis e várias cidades

Publicados

em

Por

Em meio aos vários danos patrimoniais sofridos por moradores, empresas e repartições públicas do Oeste e em outras regiões paranaenses, após o temporal registrado na madrugada de quarta (13) para quinta-feira (14), uma grande parcela da população também teve que conviver com a falta de água e energia nas horas seguintes.

Um exemplo, entre muitos casos, é a comunidade dos bairros Sheila e Itaipu, em Assis Chateaubriand. Até por volta das 21h30, a região ainda estava aos escuros – conforme flagrado pela reportagem da Vale Verde, na imagem acima.

Quanto à falta de água no município, de acordo com a Sanepar, o problema foi causado justamente pela falta de alimentação elétrica no sistema da estação de tratamento da companhia, o que impediu a produção e distribuição de água potável aos milhares de moradores.

Conforme apurado pela reportagem do Grupo Vale Verde de Comunicação, o fornecimento de energia na unidade foi reestabelecido somente por volta das 18h30, mas o abastecimento de água nas residências deve voltar à normalidade, entre os períodos da manhã e tarde desta sexta-feira (15).

Leia Também:  Veja como vai ser votar durante a pandemia da Covid-19

Torres foram danificadas – Foto: AEN

PROBLEMAS NA REGIÃO

A queda de torres de alta tensão elétrica comprometeu os sistemas de Assis Chateaubriand, Jesuítas, Toledo, Formosa do Oeste, Cafelândia, Nova Aurora, Ubiratã, Cascavel, Corbélia, Brasilândia do Sul, Alto Piquiri, Umuarama, Cruzeiro do Oeste, Palotina, Maripá, Terra Roxa, Tupãssi, Quarto Centenário, Goioerê, Janiópolis, Altônia, Iporã, São Pedro do Iguaçu, Diamante do Oeste, São José das Palmeiras, Santa Tereza do Oeste, Anahy, Iguatu, Boa Vista da Aparecida, Campo Bonito, Céu Azul, Braganey, Vera Cruz do Oeste, Catanduvas, Ramilândia, Barra Bonita e Três Barras do Paraná.

De acordo com o boletim emitido pela Copel, às 17 horas desta quinta-feira, equipes de emergência, manutenção e obras da companhia seguiam em campo atuando na recomposição do fornecimento de energia.

Milhares de outras ocorrências foram registradas em razão do temporal e, segundo a Copel, o trabalho no final da tarde esteve concentrado para reestabelecer as redes que abastecem Moreira Sales, Mariluz, Francisco Alves, Cafezal do Sul, Porto Rico e Paraíso do Norte.

Leia Também:  Goioerê Recebe viatura para Polícia Rodoviária Estadual

A quinta-feira amanheceu com o abastecimento de água prejudicado também nos sistemas de Querência do Norte, Campo Mourão, Rancho Alegre, Rondon, Tapira, Cidade Gaúcha, Itaipulândia, Capanema, Serranópolis do Iguaçu, Planalto, Pérola do Oeste, Bela Vista da Caroba, Nova Laranjeiras, Quedas do Iguaçu, Grandes Rios, São Pedro do Ivaí e Cruzeiro do Iguaçu.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

QUARTO CENTENÁRIO

PARANÁ

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA