ESPORTES

Operário vence e acaba com série invicta do Coritiba na Série B

Publicados

em

Operário derrotou o Coritiba por 1 a 0 no duelo regional pela 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com gol do atacante Ricardo Bueno, o Fantasma abriu vantagem que permaneceu até o apito final mesmo com as expulsões do volante Leandro Vilela e do técnico Matheus Costa na reta final. A partida foi realizada no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa.

O revés do Coxa encerra a série de 10 jogos de invencibilidade do Coxa no torneio. O time não contou com o técnico paraguaio Gustavo Morínigo e os laterais-direitos Natanael e Igor, suspensos. Diante desse cenário, o Alviverde entrou em campo com o volante Val improvisado na linha defensiva e com Paulo Sérgio à frente do banco de reservas.

Jhony e Valdeci ganharam oportunidade no meio campo enquanto Rafinha voltou à titularidade na vaga de Igor Paixão, que entrou na etapa final. As mudanças não surtiram efeito e o Coxa só passou a tomar a iniciativa no segundo tempo. Com vantagem numérica, os visitantes sufocaram e não chegaram ao empate por falta de pontaria.

Com o resultado, o Coritiba permanece com 25 pontos e agora fica a cinco do líder Náutico, justamente o próximo adversário. O jogo entre os líderes da Série B está marcado para a próxima sexta-feira (30), às 20h, no Couto Pereira. Contudo, vale lembrar que o time coxa-branca ainda tem um confronto a menos – a partida diante do Brusque, pela quarta rodada, acontecerá no dia 3 de agosto.

Do outro lado, o Operário reage após dois tropeços e chega aos 21 pontos. A equipe comandada por Matheus Costa fica a dois pontos do Guarani, quarto colocado, e visita o Goiás na sexta, às 19h, no estádio da Serrinha.

Leia Também:  Flamengo goleia Olimpia e avança às semifinais da Libertadores

RICARDO BUENO MARCA PELO FANTASMA, QUE PERDE VILELA E MATHEUS COSTA NA ETAPA FINAL

svg%3E
Ricardo Bueno celebra o primeiro gol do Operário. (André Jonsson/OFEC)

O primeiro tempo ficou marcado pelas poucas chances das duas equipes. A primeira finalização saiu aos nove minutos, quando Leandro Vilela arriscou de longe e Wilson espalmou para fora. Na única chance do Coritiba, Guilherme Biro cruzou e Waguininho cabeceou para a defesa de Simão.

O gol saiu aos 35: o zagueiro Fábio Alemão descolou ótimo lançamento para Ricardo Bueno sair na cara do gol. O atacante entrou na área e, cara a cara com o goleiro coxa-branca, bateu firme com o peito do pé para balançar as redes.

Na etapa final, o confronto ficou mais emocionante com as expulsões do volante Leandro Vilela e Matheus Costa. O Coritiba foi em busca do empate e teve boas chances, mas a cabeçada de Léo Gamalho e o arremate de Val tiraram tinta da trave. Nos acréscimos, o goleiro Wilson foi para a área adversária na cobrança de escanteio e cabeceou por cima do travessão.

OPERÁRIO x CORITIBA

FICHA TÉCNICA – 14ª RODADA DA SÉRIE B

Leia Também:  Flamengo vence Chapecoense no primeiro jogo após ‘Era Ceni’

Data, horário e local: domingo (25), às 18h15, no Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR).

Gols: Ricardo Bueno, aos 35’/1T, e

Cartões amarelos: Leandro Vilela (OFEC); Matheus Sales, Rafinha (CFC).

Cartão vermelho: Leandro Vilela e Matheus Costa.

Operário: Simão; Alex Silva, Fábio Alemão, Reniê e Fabiano; Leandro Vilela, Rafael Chorão (Rodolfo Filemon) e Leandrinho (Marcelo Santos); Felipe Garcia (Thomaz), Djalma Silva e Ricardo Bueno (Jean Carlo). Técnico: Matheus Costa.

Coritiba: Wilson; Val, Henrique, Luciano Castán e Guilherme Biro; Jhony Douglas (William Alves), Matheus Sales (Robinho) e Valdeci (Igor Paixão); Waguininho (Biel), Léo Gamalho e Rafinha (João Vitor). Técnico: Júlio Sérgio.

Arbitragem: Ricardo Marques Ribeiro (MG), auxiliado por Marcus Vinícius Gomes (MG) e Frederico Soares Vilarinho (MG).

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

ESPORTES

Athletico emenda duas vitórias e ganha confiança para a Sul-Americana

Publicados

em

Por

Athletico conquistou a segunda vitória consecutiva na semana ao derrotar o Juventude por 2 a 1, pelo Brasileirão. O Rubro-Negro já havia vencido o Santos, na última terça-feira (14), pelas quartas de final da Copa do Brasil.

A última vez que o Athletico ganhou dois jogos seguidos foi no final de julho, quando ganhou do Internacional, no Brasileirão, e Atlético-GO, na Copa do Brasil.

Porém, a maré do Athletico virou com a classificação à semifinal da Copa do Brasil contra o Santos e a vitória sobre o Juventude. E a sequência positiva aconteceu dias antes da semifinal da Sul-Americana contra o Peñarol, do Uruguai.

Para o auxiliar Bruno Lazaroni, as duas vitórias aumentam novamente a confiança do Furacão. “A semana foi muito proveitosa e muito feliz. Conseguimos a classificação para uma semifinal importante e hoje conseguimos um resultado positivo após um grande período. Valoriza todo o grupo de trabalho e nos dá ainda mais força para encarar mais uma decisão”, comentou.

“É natural da nossa parte pela sequência negativa principalmente no Campeonato Brasileiro ter uma perda de confiança. As vitórias no meio de semana e hoje melhoraram nessa parte para a decisão que vamos ter pela frente. Temos que gerir o elenco e os jogadores mais desgastados para ter todos os jogadores 100% em todas as partidas e ter uma intensidade forte e suportar a maratona”, acrescentou o assistente do Athletico.

O Rubro-Negro volta a campo na próxima quinta-feira (23), às 21h30, para enfrentar o Peñarol, no jogo de ida da semifinal da Sul-Americana.

Leia Também:  Palmeiras vence Delfín e se garante nas quartas de final da Libertadores

AGENDA DO ATHLETICO

  • Peñarol: 23/09 (quinta-feira), às 19h15, no estádio Campeón del Siglo
  • Grêmio: 26/09 (domingo), às 18h15, na Arena da Baixada
  • Peñarol: 30/09 (quinta-feira), às 21h30, na Arena da Baixada
COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

QUARTO CENTENÁRIO

PARANÁ

POLICIAL

ENTRETENIMENTO

MAIS LIDAS DA SEMANA